quarta-feira, 1 de junho de 2011

TROPA DE ELITE 2 VENCE PRÊMIO NACIONAL


Na noite da última terça-feira, dia 31/05, foi realizada a festa do 10º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, em cerimônia realizada no Teatro João Caetano, no Rio de Janeiro. Tropa de Elite 2 foi o grande vencedor da noite arrebatando nove prêmios, entre eles Melhor Filme, Melhor Direção (José Padilha) e Melhor Ator (Wagner Moura). O longa liderava a disputa com outro grande sucesso de 2010, Chico Xavier, que terminou com três prêmios. Ambos os filmes tinham 16 indicações cada.

A atriz Glória Pires foi considerada a Melhor Atriz pelo seu papel no pouco visto Lula, O Filho do Brasil e Cássia Kiss Magro ganhou como coadjuvante por Chico Xavier, confirmando a boa fase de sua carreira no cinema e na televisão. Caio Blat por As Melhores Coisas do Mundo e André Mattos por Tropa de Elite 2 dividiram o troféu da categoria de ator coadjuvante.

O tão comentado Nosso Lar venceu na categoria de efeitos visuais e o argentino super premiado O Segredo dos Seus Olhos foi considerado o Melhor Longa Estrangeiro, duas categorias cujo resultado já era esperado.

Veja a lista completa dos vencedores:

Melhor longa-metragem: Tropa de Elite 2
Voto popular: Tropa de Elite 2

Melhor documentário: O homem que engarrafava nuvens
Voto popular: Dzi Croquettes

Melhor direção: José Padilha, de Tropa de Elite 2

Melhor atriz: Glória Pires, de Lula, o Filho do Brasil

Melhor ator: Wagner Moura, de Tropa de Elite 2

Melhor atriz coadjuvante: Cássia Kiss, de Chico Xavier

Melhor ator coadjuvante: André Mattos, de Tropa de elite 2, e Caio Blat, de As Melhores Coisas do Mundo

Melhor longa-metragem infantil: Eu e meu Guarda-Chuva

Melhor direção de fotografia: Lula Carvalho por Tropa de Elite 2

Melhor direção de arte: Adriam Cooper por Quincas Berro D`Água

Melhor figurino: Kika Lopes por Quincas Berro D`Água

Melhor maquiagem: Rose Verçosa por Chico Xavier

Melhor efeitos visuais: Darren Bell, Geoff D. Scott e Renato Tilhe por Nosso Lar

Melhor montagem ficção: Daniel Rezende por Tropa de Elite 2

Melhor montagem documentário: Raphael Alvarez por Dzi Croquettes

Melhor som: Alessandro Laroca, Armando Torres Jr. e Leandro Lima por Tropa de Elite 2

Melhor trilha sonora: Guto Graça Mello por O Homem que Engarrafava Nuvens

Melhor trilha sonora original: Jaques Morelenbaum por Olhos Azuis

Melhor curta-metragem ficção: Recife Frio, de Kleber Mendonça Filho

Melhor curta-metragem documentário: Geral, de Anna Azevedo

Melhor curta-metragem animação: Tempestade, de Cesar Cabral

Melhor roteiro original: Braulio Mantovani e José Padilha por Tropa de elite 2

Melhor roteiro adaptado: Marcos Bernstein por Chico Xavier

Melhor longa-metragem estrangeiro: O Segredo dos Teus Olhos (Argentina), de Juan José Campanella

Um comentário:

renatocinema disse...

Gostei de Tropa de Elite 1 e 2. Mas, acho um absurdo as pessoas dizerem que apreciam cinema nacional ao assistir, unicamente, Tropa de Elite. Cinema nacional é muito mais amplo que isso.

Glória Pires, ótima atriz, vencer pelo péssimo filme "Lula" me deixa triste.

Não digo que é péssimo o político (essa é uma questão de longo bate papo) e sim o filme.

Uma porcaria total. Nada que saiu dele, em minha visão, foi bom. A atuação de Glória Pires foi comum, apesar de seu talento.

Depois que "Lula" foi escolhido como representante do Brasi no Oscar, não levo premiações no Brasil a sério. La fora não levava faz tempo.

Taxi Driver perdeu.....são tantos exemplos.

Abraços

Você também pode gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...