quarta-feira, 22 de junho de 2011

CONTOS DE FADAS PARA ADULTOS


Hollywood está sempre em busca de novos filões para explorar ao máximo. Depois que a série de animação Shrek usou e abusou das brincadeiras com os contos de fadas e lotou os cinemas, as produtoras repararam que o público adulto ainda gosta de histórias clássicas infantis. Para atender a demanda, uma grande leva de produtos inspirados nessas histórias que os pais contam para os filhos deve chegar aos cinemas nos próximos anos. São todas releituras bem diferentes e que podem surpreender. Já tivemos há alguns anos Os Irmãos Grimm, que trouxe para o cinema fragmentos do que deveriam ser os textos originais de seus populares contos, e também vimos A Garota da Capa Vermelha, uma versão bem adulta e sombria do aparentemente inocente conto de "Chapeuzinho Vermelho".

A grande produção em andamento do gênero é The Brothers Grimm: Snow White, uma versão tradicional em live action do famoso conto de "Branca de Neve e os Sete Anões". O elenco de pequeninos já foi escolhido e já está também confirmado o restante do elenco, chamando a atenção o nome de Julia Roberts para interpretar a Rainha Má. Com lançamento previsto para março de 2012, o longa teve sua estréia adiantada em quase dois meses para não bater de frente com Snow White and the Huntsman, que chega aos cinemas em julho do mesmo ano e trabalhando com o mesmo tema. Estrelado por Kristen Stewart e Charlize Theron, a obra contará a história da Branca de Neve de forma diferente, inclusive com a presença de novos personagens. Aqui, a princesinha irá seguir os conselhos do caçador que deveria eliminá-la e irá arquitetar um plano de vingança contra a madrasta.

Já foi anunciado também que a Sony Pictures está trabalhando na adaptação do livro "Mermaid: A Twist on the Classic Tale", de Carolyn Turgeon, que faz uma releitura da clássica história criada por Hans Christian Andersen. O livro traz uma princesa obrigada a se casar com o príncipe de um reino rival, para salvar sua terra natal, mas o que ela não sabe é que uma bela sereia está apaixonada pelo rapaz e está disposta a tudo para ficar ao seu lado. A Paramount Pictures, por sua vez, acaba de adquirir um roteiro que adiciona elementos originais ao tradicional romance de Victor Hugo, O Corcunda de Notre Dame, texto que já ganhou diversas adaptações para o cinema e televisão, mas sendo a versão em animação da Disney a mais contemplada.

No caso da adaptação do clássico conto do sineiro deformado da catedral de Notre Dame, pode ser que mais uma vez aconteça um confronto de idéias. O diretor Tim Burton foi convidado pelo ator Josh Brolin para ser o responsável por mais uma adaptação do clássico conto. Tudo bem que o estilo gótico de Paris daqueles tempos é a cara do diretor que já entregou obras com clima sombrio, incluindo a própria reimaginação de Alie no País das Maravilhas, mas duas empresas concorrentes trabalhando com o mesmo material podem gerar conflitos que joguem por água abaixo uma das versões ou talvez surpreender as platéias com obras totalmente distintas e marcantes.

A incursão de Burton no mundo dos contos infantis tem rendido a ele. Seu nome também foi cogitado para readaptar "A Bela Adormecida", mas ele não se ligou ao projeto. David O. Russell (foto), indicado ao Oscar por O Vencedor, está na lista de candidatos a assumir a direção, apesar de que o nome de Darren Aronofsky, de Cisne Negro, também ser bem cotado. Maleficente contará a história da princesa enfeitiçada que cai em um sono profundo através do ponto de vista da bruxa. Hailee Steinfeld que se destacou em Bravura Indômita pode ganhar o papel da princesa, enquanto há fortes rumores que Angelina Jolie seria a protagonista, a feiticeira.

É sempre bom dar uma atualizada nas belas histórias do passado, até para conseguir apresentar grandes textos clássicos para as novas gerações. A Disney durante anos vem perpetuando seus clássicos animados para novos espectadores e agora até ela própria vêm investindo em reimaginar suas obras. Há pontos positivos nessas iniciativas, porém o acúmulo de produções baseadas em contos clássicos, com ou sem temática infantil, podem gerar problemas aos estúdios, inclusive a perda de muito dinheiro investido em um mesmo filão. A guerra deve pegar fogo a partir de 2012, até mesmo porque a Pixar, agora aliada à empresa do Mickey Mouse, também promete uma animação resgatando as histórias de princesas e até uma continuação de Encantada já foi anunciada, apesar de os rumores terem esfriados. Haja castelos e vestidos rodados para os próximos anos.

Um comentário:

renatocinema disse...

Adoraria ver Tim Burton em mais uma de suas loucuras passeando pelas fantasias da animação. Seria mágico.

Você também pode gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...