sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

10 GRANDES FILMES DO EXCÊNTRICO DIRETOR TIM BURTON

O cineasta Tim Burton é uma das mentes mais criativas que o cinema americano já teve. Desde sua estréia como diretor seu apreço por histórias de horror e por um tipo de humor peculiar estiveram acompanhando a sua filmografia, mas vez ou outra ele surpreende demonstrando uma imensa sensibilidade também para o drama. Melhor ainda quando ele pode unir tudo isso em um mesmo trabalho como fez em Edward Mãos de Tesoura. Todos os seus filmes parecem carregar a assinatura do mestre das excentricidades e transparecer o amor que tem pela sua profissão, desde quando usou efeitos caseiros para criar cenas magníficas para Os Fantasmas se Divertem, considerado seu primeiro grande projeto, até quando se rendeu aos apelos da indústria hollywoodiana e testou a modernidade do 3D para sua visão do conto Alice no País das Maravilhas, diga-se de passagem, um filme que não agradou muito. Criaturas bizarras, outras oníricas, fantasmas, super-heróis, seres vingativos, extraterrestres e até defuntos alegres e divertidos, tem de tudo na filmografia deste diretor. Não a toa ele foi o diretor que levou para o cinema a história de Ed Wood, um entusiasta da sétima arte que adorava bizarrices, mas que só teve seu trabalho reconhecido após a morte. Felizmente, Burton em vida teve seu trabalho bem avaliado por público e crítica, embora seja sempre ignorado pela Academia de Cinema que até hoje não lhe concedeu um Oscar. Veja abaixo dez grandes títulos de seu currículo. 


Os Fantasmas se Divertem – 92 min – 1988


Barbara (Geena Davis) e Adam Maitland (Alec Baldwin) falecem em um acidente e descobrem que agora como fantasmas precisam ocupar a casa onde moravam por mais cinqüenta anos antes de irem para o céu, porém, ela é comprada pelos emergentes Delia (Catherine O’Hara) e Charles Deitz (Jeffrey Jones). Os espectros não sabem espantá-los e até fazem amizade com a filha do casal, Lydia (Winona Ryder), mas mesmo assim contratam Beetlejuice (Michael Keaton), uma espécie de exorcista as avessas que complica ainda mais a morte dos Maitlands.


Batman – 126 min – 1989


Na soturna Gotham City, o milionário Bruce Wayne (Michael Keaton), que carrega a mágoa de ter crescido sem os pais que foram assassinados quando ele era muito jovem, resolve combater os crimes de uma maneira bem particular. Com a ajuda de elementos tecnológicos, ele assume a identidade de Batman, um super-herói que tem neste momento de deter o vilão Coringa (Jack Nicholson) que decide dominar a cidade e espalhar o terror. A isca para atrair o Homem-Morcego para suas armadilhas é uma bela garota, Vicki Vale (Kim Basinger).


Edward Mãos de Tesoura – 105 min – 1990


Peg Boggs (Dianne Wiest) é uma vendedora de cosméticos que acidentalmente conhece Edward (Johnny Depp), um jovem que vive sozinho desde que seu criador (Vicent Price) faleceu. O inventor morreu antes de dar mãos à sua criatura, assim ele se habituou a ter enormes e afiadas lâminas no lugar delas que lhe ajudam a criar esculturas de gelo e em plantas. Peg descobre seu talento e o incentiva a cortar cabelos na cidade, a sua única forma de se aproximar de humanos, mas sua ingenuidade o atrapalha nesta nova etapa de vida.


Batman – O Retorno – 126 min – 1992


Querendo tomar o poder de Gotham City, o milionário Maximilian Shreck (Christopher Walken) se alia a Pinguim (Danny DeVito), um homem deformado e rancoroso que foi abandonado ainda bebê nos esgotos da cidade. A idéia é que esta estranha e má criatura se torne o prefeito, mas Batman vai fazer de tudo para impedir isso. As coisas se complicam quando surge seu caminho a sedutora Mulher-Gato (Michelle Pfeiffer), que vive uma vida de dupla personalidade devido a problemas com seu chefe de trabalho, justamente o Shreck.


Ed Wood – 127 min – 1994


Esta é a cinebiografia do lendário diretor Ed Wood (Johnny Depp). Hoje sua obra reconhecida, mas quando estava vivo sofreu com pesadas críticas a seu estilo de fazer cinema. Considerado um dos piores cineastas de todos os tempos, ele tentou viver da sétima arte durante a primeira metade do século 20 com improvisações, roteiros remendados, cenários capengas e elenco de talento duvidoso. De quebra, deu as últimas chances de trabalho ao ator Bela Lugosi (Martin Landau) e ainda surpreendeu com a sua esquisita mania de usar roupas femininas.


A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça – 111 min – 1999


No final do século 18, uma série de crimes assombra o vilarejo de Sleepy Hollow. Todos os assassinados têm a cabeça decepada e desaparecida, restando apenas o corpo. A população acredita que isso seja obra do misterioso Cavaleiro Sem Cabeça. O detetive Ichabod Crane (Johnny Depp) é chamado para as investigações, mas ele se encontra diante de um caso que extrapola seus conhecimentos sobre o assunto. Para resolver o mistério ele conta com a ajuda de Katrina (Christina Ricci), mas ela também pode estar envolvida neste caso além da conta.


Planeta dos Macacos – 120 min – 2011


Após um acidente com a espaçonave que comandava, Leo Davidson (Mark Wahlberg) chega a um planeta inimaginável. Aqui os humanos são caçados e escravizados por um grupo de primatas tiranos. Capturado, mas sem concordar com a opressão imposta a raça humana, o rapaz lidera um grupo de rebeldes e desperta a ira do General Thade (Tim Roth) que não irá medir esforços para castigar todos eles, sejam humanos ou macacos, o que inclui a bondosa Ari (Helena Bonham Carter), uma macaca que não concorda com a tirania do poder local.


Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas – 125 min – 2003


Ed Bloom (Albert Finney) é um grande contador de histórias, mas elas não agradam nada a seu filho Will (Billy Crudup) que acabou se afastando da família. Sua mãe Sandra (Jessica Lange) tenta reaproximar o filho do pai quando este se encontra em seus últimos momentos de vida. Neste momento, Ed precisa tentar separar a ficção da realidade de suas memórias e Will tentar compreender o histórico de vida do pai. Porém, nem tudo que o jovem Ed (Ewan McGregor) viveu pode ser fantasia, por mais estranhos que os fatos possam parecer.


A Fantástica Fábrica de Chocolate – 106 min – 2005


Willy Wonka (Johnny Depp) é o excêntrico dono de uma grande fábrica de doces que decide realizar um concurso mundial para escolher um herdeiro para seu império, mas apenas cinco crianças terão a chance. Começa assim uma corrida contra o tempo para achar os poucos convites dourados escondidos em embalagens de chocolate e um deles quem encontra é o humilde Charlie Bucket (Freddie Highmore). Agora ele se juntará as outras crianças sortudas e seus responsáveis para embarcar em uma inesquecível viagem por dentro da tal fábrica.


Sweeney Todd – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet – 116 min – 2007


Benjamin Barker (Johnny Depp) passou anos afastado de Londres após acusações sem fundamentos. Quando retorna, ele deseja vingança e passa a usar o nome Sweeney Todd e a trabalhar como barbeiro, seu antigo ofício. Embaixo de sua barbearia funciona a loja da sra. Lovett (Helena Bonham Carter) que fabrica tortas de gosto duvidoso. Juntos eles armam um plano para se vingar daqueles que os maltrataram e ainda lucram com isso. O principal alvo de Todd é o juiz Turpin (Alan Rickman), o responsável por seu afastamento de sua própria família.

Um comentário:

renatocinema disse...

Adoro o diretor.

Adoro os filmes que você citou. Menos de Batman.

Ainda recomendo o livro que ele escreveu....publicado no Brasil.

Abaços

Você também pode gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...