quinta-feira, 11 de novembro de 2010

HOLLYWOOD NO RIO DE JANEIRO

No início de novembro, o Rio de Janeiro recebeu a visita de astros internacionais. Eles não vieram a passeio, mas para trabalhar. As facilidades oferecidas aos estrangeiros atrairam produtores e diretores de Hollywood. A reformulação da Rio Film Commission pela prefeitura e pelo governo estadual permitiu melhorar o padrão de profissionalismo da região para receber produções grandiosas. Essa entidade tem como objetivo facilitar um pouco a vida dos produtores, incluindo o oferecimento de equipes de segurança e isolamento de locais públicos para as filmagens.

Os protagonistas de Amanhecer em filmagem no Rio



O quarto capítulo da franquia Crepúsculo, intitulado Amanhecer, e o quinto episódio da série de sucesso Velozes e Furiosos, foram as últimas produções que tiveram cenas gracadas no Rio recentemente. A saga dos vampiros teve apenas algumas cenas gravadas por aqui, mas o filme de ação protagonizado por Vin Diesel tem sua história integralmente situada em solo carioca, mas também só cenas de apoio e externas foram filmadas.

O projeto da Rio Film Comission seria como se o Rio financiasse parte ou integralmente essas produções. Em troca, o Rio de Janeiro teria uma publicidade gigantesca em todo mundo, além de gerar empregos. As equipes de filmagem chegam à cidade com poucos integrantes e muitas vezes contratam a mão-de-obra local. Hotéis, restaurantes e lojas também acabam lucrando bastante com os hóspedes internacionais. Até os camelôs ganharam um dinheiro extra dos produtores de Velozes e Furioso 5 para que trabalhassem no domingo e servissem de figuração.

Tanto empenho do governo carioca para atrair o cinema estrangeiro é para evitar casos constrangedores como o que aconteceu quando Sylvester Stallone filmou no Brasil Os Mercenários no ano passado. O astro e sua equipe saíram do país acusados de deixarem dívidas e ainda espalharam frases criticando as terras brasileiras.

Protagonistas do quinto filme da série Velozes e Furiosos

Mesmo com toda uma estrutura melhorada, as duas produções não conseguiram evitar o assédio dos fãs aos atores e imprevistos como o aparecimento de bêbados e mendigos e até atos de vandalismo no meio das filmagens. Até um vendedor de filmes piratas não se intimidou e gritava para todos ouvirem que o DVD do filme Velozes e Furiosos 5 já estaria disponível em sua barraca na próxima semana. E se estiver mesmo essa embromação à venda, não duvide que certamente alguém ia se interessar em ver esse remendo de filme.

Outros filmes que também tiveram cenas no Rio recentemente foram Turistas, que gerou polêmica ao mostrar um grupo que passava férias na cidade e acabava sendo vítima de traficantes de órgão, e O Incrível Hulk, que teve cenas rodadas em uma favela com o ator Edward Norton. 2012 também teve uma cena em que o Cristo Redentor desmorona em meio a uma catástrofe, mas essa, de tão rápida, decepcionou os espectadores. O cartaz brasileiro divulgava tal cena apenas por chamariz.

Para 2011, outras produções devem ser filmadas no Rio de Janeiro, mas de certo, por enquanto, somente a animação intitulada Rio, dirigida pelo brasileiro Carlos Saldanha, também responsável por A Era do Gelo 3.

Nenhum comentário:

Você também pode gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...