quinta-feira, 18 de novembro de 2010

HUMOR DA TV NO CINEMA

Ao assistir Muita Calma Nessa Hora (2010), os espectadores mais desatentos poderão pensar que estão em suas casas vendo televisão. Praticamente todos os programas de humor estão representados em alguma passagem do filme. Um dos responsáveis é o ator Bruno Mazzeo, que estréia como roteirista de cinema.

O longa tem a participação de diversos atores, de idades variadas, que estão no ar em novelas ou programas humorísticos ou que tem se destacado no teatro com apresentações stand up (comédias em que apenas um ator dialoga com o público sem necessariamente ter um texto ensaiado ou fixo). Leandro Hassun, Lúcio Mauro Filho, Fernanda Souza, Marcelo Adnet, Gianne Albertoni e Marcelo Tas são alguns integrantes do elenco. Todos têm sua contribuição significativa para conduzir a trama, mas também serviriam muito bem como esquetes para programas como Zorra Total. As citações a subcelebridades ou a vídeos da internet, mantém a idéia do filme gerar uma conectividade rápida com o espectador e o riso fácil.

O filme foi criado justamente para o público se divertir sem compromisso. Nada de quebrar a cabeça para compreender o roteiro. Essa é uma tendência. Muito humor e linguagem próxima da televisão devem marcar o cinema nacional nos próximos meses. Inclusive programas podem migrar para as telas grandes, como o Cilada, sério do canal Multishow que também teve uma adaptação na Globo dentro do Fantástico.

A história é a seguinte: Estrella (Debora Lamn) é uma hippie que quer encontrar o pai que nunca chegou a conhecer. Para isso, ela pede carona e acaba conhecendo novas amigas. Tita (Andréia Horta), Mari (Gianne Albertoni) e Aninha (Fernanda Souza)estão seguindo para Búzios, no Rio, para superarem momentos de crises em sua vida. No percurso, vão surgindo as participações especiais das estrelas da tv, lembrando até um pouco o estilo de filmes que Xuxa costuma fazer, porém todos vivem personagens estereotipados.


No fim da projeção, parece que o filme é um programa de tv com longa duração. Dá para dar algumas poucas risadas e se divertir reconhecendo os famosos que participam da produção. Mas provavelmente será esquecido pouco tempo depois. A idéia é justamente essa e é totalmente válida. Um cinema escapista também é necessário e quase sempre dá bons resultados nas bilheterias.

Não deixa de ser incomodo também ver alguns artistas. Oriundos das comédias stand up, alguns deles já estão abusando da sorte e se expondo demais. Muitos estão em mais de um humorístico na televisão, na frente ou atrás das câmeras, fazem apresentações no teatro todos os fins de semana, vira e mexe estão dando entrevistas em programas e ainda aceitam ser garotos propaganda de marcas de carro e operadoras de tv a cabo e telefonia. Agora estão nos cinemas. Tanta exposição pode ser prejudicial a eles mesmos, pois uma hora não haverá mais novidades para apresentarem. Muita Calma Nessa Hora já é o reflexo negativo disso.

Nenhum comentário:

Você também pode gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...